Wander


"Quão longe você irá por amor?"

Wander é o principal personagem de Shadow of the Colossus, um rapaz que quebra as regras de seu povo viajando até as Forbidden Lands, pois acredita na lenda de que naquele local os mortos podem ser ressuscitados. Sua missão é ressuscitar Mono, uma garota que foi morta por possuir um destino amaldiçoado.

Aparência


Com feição jovem, Wander possui cabelo vermelho na altura dos ombros e olhos azuis. Ele usa um manto colorido com a mesma estampa encontrada nos pontos fracos dos colossos, uma camiseta marrom de manga curta, bermuda na altura dos joelhos e sandálias azuis com tiras na perna. Ele também tem bandagens nos braços.

Sua aparência muda gradualmente no decorrer do jogo. Ele fica mais pálido, com o cabelo mais escuro, com manchas no corpo e no estágio final até um par de chifres começa a surgir em sua cabeça.

História


"Me foi dito que neste local no fim do mundo existe 
um ser que pode controlar as almas dos mortos"

Wander e Mono eram um jovem casal e faziam parte do povoado de Emon, mas eles são separados quando Mono é sacrificada, pois foi revelado que seu destino possuía uma maldição.

Wander tinha conhecimento sobre as Forbidden Lands, Dormin e seus poderes. Ele não parece ter tanta certeza da verdade por trás da lenda, mas assim que Mono é morta, ele decide que vale a pena tentar. Para isso, ele rouba o corpo de Mono e a Ancient Sword, começando assim sua jornada para as Forbidden Lands.


"O preço que você pagará será muito alto"
"Isso não importa"

Ao chegar nas Forbidden Lands, Wander conhece Dormin, o ser do qual ele havia ouvido falar. Ele descobre que a lenda é verdadeira, é informado do que é necessário para completar o ritual e que o preço a ser pago é alto. Em nenhum momento Wander pondera sobre sua missão, ele aceita os termos de Dormin sem questionar.

Os sinais de degradação ficam visíveis a cada colosso que é morto, mas ele não parece notar essas diferenças. No meio da jornada vemos como a morte de Mono o perturba, após a morte de Kuromori ele sonha com a sua ressurreição, e ao tentar alcançá-la ele acorda, sussurrando seu nome.


"Você só estava sendo usado"

Ao omitir todos os avisos, Wander acaba condenando a si mesmo. Dormin pretende cumprir com sua palavra e ressuscitar Mono, porém sua intenção por trás disso é usar o corpo de Wander para ser liberto de sua prisão e ressurgir.

Com os 16 colossos mortos, Wander é devolvido ao templo e Dormin faz o que planejava, transformando o corpo de Wander em uma criatura gigante feita de sombras. Parte desse ser ainda é Wander, mas Dormin está tomando o controle.

Essa maldição entretanto é quebrada por Lord Emon, que sela Dormin novamente para purificar Wander. Ele não volta ao seu estado anterior, mas volta como um bebê, e agora com uma marca eterna simbolizando a sua transformação: chifres no topo da cabeça.

Emon sabe que seu novo ritual preservou a vida de Wander, e em suas últimas frases no jogo diz que se for possível sobreviver nessas terras ele poderá um dia se redimir pelos seus atos. E ele de fato sobrevive, pois ao ressuscitar Mono encontra o bebê e o leva consigo para o Jardim Secreto.

Relação com os outros personagens


Mono
Sua amada e a sua motivação para a jornada nas Forbidden Lands. Ele demonstra que irá até onde for preciso para tê-la de volta.

Agro
Sua fiel montaria. A lealdade entre eles mostra que Agro já era de Wander muito antes dos eventos do jogo.

Lord Emon
O xamã do seu povoado . Eles já se conheciam, mas não parecem ter nada mais que isso.

Dormin
Wander conhece Dormin no início do jogo. Ele só ouvia os mitos sobre ele e seus poderes, mas está disposto a atender suas condições para ressuscitar Mono.

Ico
Shadow of the Colossus revela que Wander é o ancestral de Ico. A linhagem de garotos com chifres começa com Wander e se estende por gerações até dar origem ao Ico.

Habilidades


Wander não possui nenhuma habilidade especial, porém é um exímio arqueiro e cavaleiro. Ele atravessa os mais difíceis locais com Agro e é capaz até mesmo de cavalgar em pé. Sua prática com o arco também é evidente, atirando com precisão mesmo enquanto cavalga em alta velocidade.

Por outro lado, ele não tem habilidades com a espada. Podemos ver que seus movimentos são desajeitados, mesmo sem inimigos por perto. É possível concluir que ele não tem prática com a espada e só usa a Ancient Sword por ser um item necessário na sua missão.

Não há dúvida de que Wander não é um guerreiro experiente, seu maior valor é a sua determinação, pois ele está disposto a salvar Mono de qualquer forma e nem mesmo os colossos são capazes de impedi-lo.



0 comentários: